É Tudo Verdade 2021 divulga seleção da 26º edição

O É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários divulgou a seleção da 26º edição do festival, que acontece de 08 a 18 de abril. Devido à pandemia de Covid-19, o festival será online e gratuito, com a programação acessível em todo o território nacional.

Com 69 filmes de 23 países, a programação do É Tudo Verdade 2021 também contará com master classes e debates, que estarão disponíveis nas plataformas Looke, Itaú Cultural, Sesc em Casa, Spcine Play, no Youtube do É Tudo Verdade e no Canal Brasil, que exibirá com exclusividade Caetano.Doc – Doces Bárbaros, 7 de abril, às 20h.

No Looke, plataforma que abrigará todos os filmes da competição, os longas brasileiros em competição terão duas sessões, a estreia às 21h e a reprise às 15h do dia seguinte, com limite de 2000 views. - exceção para Alvorada, com 1000 views. Já os longas internacionais em competição e Sessões Especiais ficam disponíveis por 24h ou até alcançar o limite de 2000 views - as exceções são MLK/FBI, Glória à Rainha, Gorbachev.Céu, 9 Dias em Raqqa e O Monopólio da Violência, com limite de 1000 visionamentos. Caso não alcancem o limite, as produções retornam no dia seguinte às 12h00 e ficam até 22h00 ou até o limite ser alcançado.

Os curtas-metragens brasileiros e internacionais começam em seus horários estabelecidos na programação oficial e ficam até às 22h00 para início. Na seção Marker 100, os filmes começam em seus horários e ficam até as 22h ou limite de 1000 views.

Foto: Cartaz oficial da 26ª edição   Foto: Maureen Bissiliat
 

A cerimônia de premiação acontecerá às 17h do dia 18 de abril, no Youtube do É Tudo Verdade. Lembrando que os vencedores dos prêmios dos júris nas Competições Brasileiras e Internacionais de Médias/Longas-Metragens e curtas-metragens estarão automaticamente classificados para apreciação na disputa pelo Oscar de Melhor Documentário no próximo ano.

Dirigido por Jonas Poher Rasmussen, a sessão de abertura será Fuga (Flee) [2021], o vencedor de Melhor Documentário no Festival de Sundance 2021. A trama segue Amin Nawabi (pseudônimo), um intelectual altamente graduado de 36 anos, que luta com um segredo doloroso que manteve escondido por vinte anos e que ameaça desestabilizar a vida que construiu para si e para o futuro marido.
 
Encerrando o É Tudo Verdade 2021, o longa-metragem brasileiro A Última Floresta [2021], dirigido por Luiz Bolognesi, foi exibido na mostra Panorama do Festival de Berlim 2021. Em uma tribo Yanomami isolada na Amazônia, o xamã Davi Kopenawa Yanomami tenta manter vivos os espíritos da floresta e as tradições, enquanto a chegada de garimpeiros traz morte e doenças para a comunidade.

Além dos filmes de abertura e encerramento, o festival também traz outros destaques, como Alvorada [2021] filme dirigido por Anna Muylaert e Lô Politi sobre o cotidiano da presidente Dilma Rousseff, primeira e única mulher a governar o Brasil, durante o desenrolar dramático do impeachment que a tirou do poder.

Entre as produções internacionais, Eu e o Líder da Seita [2020], dirigido por Atsushi Sakahara, Gorbachev.Céu [2020], de Vitaly Mansky, Leonie, Atriz e Espiã [2020], de Annette Apon, e MLK/FBI, dirigido por Sam Pollard se destacam. Nas Sessões Especiais, o novo documentário de Bryan Fogel [2020] será exibido. O Dissidente [2020] revela o labirinto de mentiras por trás do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, do Washington Post.

Confira a programação completa do É Tudo Verdade 2021.